Esportes


 Enviar matéria por e-mail

Gama quer reconquistar o DF

Alviverde monta parceria com empresários cariocas e vai em busca do 11º caneco local

Tamanho da Fonte     PAULO VICTOR SOARES
psoares@grupocomunidade.com.br
 Redação Mais Comunidade 16/01/2014 às 12:22

[credito=Divulgação]

20 de dezembro de 1998. O Gama chegava ao seu auge, na elite do futebol nacional pela primeira vez ao vencer o Londrina por 3x0, conquistando a Série B daquele ano, diante de 51 mil pessoas no Mané Garrincha. De lá para cá muita coisa mudou, e o clube mais tradicional e vencedor do cenário candango viveu, talvez, um dos maiores declínios da história do esporte brasileiro. No ano de seu 39ª aniversário, o Periquito deixou a administração do futebol por conta de uma empresa carioca, e espera acabar com o jejum de títulos, que completará uma década em 2014.


Decacampeão local, o Alviverde já vê seus concorrentes se aproximarem em número de conquistas domésticas. Campeão em 2013, o Brasiliense, arquirrival gamense, chegou a oito títulos, mesmo número de taças levantadas pelo Brasília. Para tentar quebrar a hegemonia de Brasiliense e Ceilândia, que se alternaram nas conquistas das últimas edições do Candangão, o clube apostou em terceirizar o setor de futebol em 2014.


Durante os próximos quatro anos, a GP Soccer será a responsável pelo time. Junto com a nova manda-chuva vieram o técnico Eduardo Allax e um elenco quase completo de jogadores que disputaram a segunda divisão carioca com a camisa do Angra dos Reis. No último amistoso de preparação para a disputa local, o Gama empatou em 1x1 com o Anápolis. A estreia gamense está marcada para domingo, às 16h, contra o Luziânia no estádio Bezerrão, diante de sua torcida, a principal e maior herança de um passado de glórias.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação: